Autor Tópico: Frédéric Cuif - Análise sobre a situaçao da Mandriva - Uma opinião sobre tudo!  (Lida 12727 vezes)

Offline MacXi

  • Membro Vitalício
  • *****
  • Mensagens: 1.710
    • Ver perfil
Continuando...

A criação de Fundação é uma solução a longo prazo, mas não é ideal porque não teria grana para contratar os 50 ou 80 funcionários da Mandriva, de altíssima qualificacão e que é são o essencial da Mandriva. Como justificar a criação de uma fundação se os engenheiros de informática da mandriva não vão estar lá?

O fim da empresa Mandriva e a dispensa dos funcionários pode gerar uma dispersão tando de funcionários que vão buscar emprego em outras empresa e como de usuário que vão usar outra distro. Uma fundação poderia ajudar a reunir alguns, mas provavelmente seria a longo prazo.

Por isso a existência de uma empresa é importante para pagar a parte mais pesada de funcionamento da estrutura e o salário dos funcionário.  Vários usuários Mandriva pelo mundo falam de financiamentos governamentais da própria França, como faz a Turquia (até eu comentei que seria interessante o Governo brasileiro participar),.

Mas na com empresa,  lembro que a Mandriva tem tentado firmar contratos de suporte com governos, mas não tem tido sucesso, tem perdido concorrências importantes:




Atualmente parece que a Mandriva está junto a vários projetos governamentais, mas isso não significa grana entrando ou  contrato garantido. Provavelmente apenas alguma ajuda financeira específica vinculada a um determinado projeto. Ver os projetos listado lá na Wiki de documentação do MandrivaBrasil: O que é a "EMPRESA Mandriva" e o que é a "DISTRIBUIÇÃO Mandriva Linux"?: http://docs.mandriva-br.org/mandriva/dicas_para_iniciantes/empresa_e_distro_mandriva
 
« Última modificação: 20 de Junho de 2010, 19:43 por MacXi »

Offline kuruka

  • Membro Vitalício
  • *****
  • Mensagens: 1.103
  • http://docs.mandriva-br.org
    • Ver perfil
    • Mageia do Brasil
 :o
Acho que a solução para a mandriva Linux sería usar a estratégia da Redhat e da Suse Linux ambas são extremamente lucrativas e dão banho de boa administração e tem o projeto opensource fedora e opensuse que vão também de vento em popa!
Abraços.
 ???
« Última modificação: 20 de Junho de 2010, 13:35 por kuruka »

Offline Roger de Almeida

  • Membro Intermediário
  • ***
  • Mensagens: 210
    • Ver perfil
No fundo, o que precisa mesmo é mandar embora os atuais gestores da Mandriva. Depois pode pensar no modelo de negócios como a RedHat, SuseNovell ou até mesmo uma fundação. De qualquer forma, é necessário estabelecer uma nova visão comercial, com um marketing agressivo e uma comunicação mais eficiente.

De nada adianta ter um bom produto se este fica "escondido".

A Mandriva aparece no mercado,  unicamente pela comunidade Mandriva.

Nós temos de abrir um canal de conversação com as outras comunidades. Veja que Várias comunidades estão empenhadas na solução, mas nós não figuramos na lista.

Alguém tem contato com o Fréderic ou com o MIB ou com a Linagora?? Vamos mostrar que temos força e que podemos sustentar a Mandriva!!

Vamos lá!!
Vamos nos movimentar. Só temos a ganhar com isso!!


monstro

  • Visitante
A Novell, há vários anos atráz perdeu o mercado de seu NetWare (sistema voltado para gestão de redes de computadores), revisou sua estratégia e hoje é uma empresa lucrativa. Acho que o momento pode ser positivo para uma tomada de decisão, virada de mesa ou simplesmente, ousadia por parte da Mandriva. :)

Offline MacXi

  • Membro Vitalício
  • *****
  • Mensagens: 1.710
    • Ver perfil
A Novell, há vários anos atráz perdeu o mercado de seu NetWare (sistema voltado para gestão de redes de computadores), revisou sua estratégia e hoje é uma empresa lucrativa. Acho que o momento pode ser positivo para uma tomada de decisão, virada de mesa ou simplesmente, ousadia por parte da Mandriva. :)

Monstro,

Segundo a crítica do Blog Oficial do Mandriva, de 2007, a Novell/Suse não seria rentável, só aparentam ser rentáveis por que seriam um "departamento de uma empresa maior", e recebem muita grana e os prejuizos não são contabilizados claramente, por isso é difícil de dizer se é ou não rentável. No Blog diz: "Para além do meu conhecimento, a única empresa a ganhar dinheiro é Red Hat. Naturalmente, é possível que a Novell/Suse se tornará rentável graças à generosidade de US $ 320M fornecido pela Microsoft, mas é a minha conjectura, a videira (grapevine) me diz que, sem isso eles não são rentáveis".  O texto completo e traduzido está lá no wiki-docs-Mandriva-Br: (http://docs.mandriva-br.org/mandriva/dicas_para_iniciantes/traducao-blog-3-4-2007)




Achei na internet outras fundações interessantes. A Fundação Gentoo é um exemplo de tentativa de distro comercial que virou fundação, assim como a Fundação Blender, que também teve inicio comercial:

  • 1 - Fundação Gentoo (Distro Gentoo Linux) : (http://www.gentoo.org/foundation/en/) e (http://pt.wikipedia.org/wiki/Gentoo_Linux)  -  O Gentoo Linux 1.0 foi lançado 31 de Março de 2002. (..) Robbins queria que o Gentoo se tornasse um projeto comercialmente bem-sucedido, mas teve dificuldades em encontrar um modelo de negócios prático. Em 2004 montou a Fundação Sem Fins Lucrativos Gentoo, transferindo todos os direitos autorais e marcas registradas para ela, e renunciou ao cargo arquiteto chefe do projeto.[23](em inglês)

  • 2- Fundação Mozilla : (http://www.mozilla.org/)  e (http://pt.wikipedia.org/wiki/Mozilla_Foundation)
    A Mozilla Foundation é uma fundação que mantém todo o software e projetos Open Source da linha Mozilla, como Firefox, Thunderbird e complemetos para os mesmos, como Venkman, DOM Inspector, Bugzilla, Bonsai, Tinderbox. Também é responsável por produzir documentação relacionada à internet e promover padrões de produção de conteúdo digital.

  • 3 - Open Source Iniciative (http://www.opensource.org/about)  -  O Open Source Initiative (OSI) é uma corporação de utilidade pública da Califórnia, com 501 (c) 3 status de isenção fiscal, fundada em 1998.  O OSI são os guardiões da Open Source Definition (OSD) e do corpo na comunidade reconhecida por revisão e aprovação dos certificados de OSD-conformant. (Obs: não deve ser uma fundação, mas é entidade de utilidade pública pelas leis dos EUA - é uma certificadora do que é software livre)

  • 4 - Wordpress Fundation criada este ano: (http://www.opensource.org/node/504)  e (http://pt.wikipedia.org/wiki/WordPress)   -   WordPress Foundation -  Sat, 2010-01-23 20:12 — Michael Tiemann    -  Ontem Matt Mullenweg anunciou a criação da Fundação WordPress. É dele, entre outros, são "ainda mais a missão do WordPress projeto open source: democratizar publicação através do Open Source, o software GPL".

  • 5 - Open Source Applications Foundation  - (http://www.osafoundation.org/)  -  Dedicamo-nos a construir comunidades de código aberto ativa em torno de todos os aspectos destes projetos, a partir de design e usabilidade de marketing para o desenvolvimento  

  • 6 -  Fundação para o Software Livre (FSF) (http://www.fsf.org/) teve papel essencial na construção da licença GPL, licença pública geral, é o escudo legal do software livre.

  • 7 - Wikipédia:  Wikimedia Foundation (http://pt.wikipedia.org/wiki/Wikimedia_Foundation) - O projeto Wikipédia foi iniciado em 15 de janeiro de 2001, na versão em língua inglesa. Em apenas um ano de existência, esta versão já possuía quase 10 mil artigos. Até hoje já foram criados mais de 14 milhões de artigos em centenas de línguas e dialetos (586 764 artigos na versão em português).

  • 8 -  Fundação Debian (http://www.debian.org/donations)   e (http://www.debian.org/social_contract)O Debian foi fundado em 1993 por Ian Murdock, ao tempo estudante universitário, que escreveu o Manifesto Debian que apelava à criação de uma distribuição Linux a ser mantida de uma maneira aberta, segundo o espírito do Linux e do GNU. O Projeto Debian cresceu vagarosamente e lançou suas versões 0.9x em 1994 e 1995, quando dpkg ganhou notoriedade.




Achei alguns links sobre o que é uma fundação:

   
  
« Última modificação: 22 de Junho de 2010, 13:54 por MacXi »

monstro

  • Visitante
Se a Novell não é rentável, como sobrevive? A Microsoft não é responsável por seu sustento, pelo menos eu acho. ;)

Offline MacXi

  • Membro Vitalício
  • *****
  • Mensagens: 1.710
    • Ver perfil
Se a Novell não é rentável, como sobrevive? A Microsoft não é responsável por seu sustento, pelo menos eu acho. ;)

Eu não sei tb, mas no blog oficial da Mandriva, de 2007, o comentário é que a única empresa a ganhar dinheiro no mundo linux seria a Red Hat. As outras todas não estariam tendo lucro. Segundo o texto, as que são obrigadas a mostrar as contas (por que tem ações nas bolsas de valores e são obrigadas a publicar relatórios periódicos aos acionistas), como a Mandriva e a Turbolinux,  mostram o quando de dinheiro estão perdendo.

Mas as outras como a Novell, a Ubuntu/Canonical, Linspire, Xandros, Red Flag,  estariam no prejuízo, mas não publicam suas contas porque não tem ações nas bolsas de valores, por isso podem falar falar publicamente sobre uma contabilidade mais fictícia, porque não tem como conferir,

Especificamente em relação a Novell, ele  acha que tem prejuizo e que aparenta lucro porque recebe verba da MS, e ele menciona o valor de $320M, que deve ser do acordo que a Novell fez com a MS.
  
O Blog na Mandriva, de 2007 diz: "Naturalmente, é possível que a Novell/Suse se tornará rentável graças à generosidade de US $ 320M fornecido pela Microsoft, mas é a minha conjectura, a videira (grapevine) me diz que, sem isso eles não são rentáveis".  O texto completo e traduzido está lá no wiki-docs-Mandriva-Br: (http://docs.mandriva-br.org/mandriva/dicas_para_iniciantes/traducao-blog-3-4-2007)
« Última modificação: 20 de Junho de 2010, 22:00 por MacXi »

nosXw

  • Visitante
Se a Novell não é rentável, como sobrevive? A Microsoft não é responsável por seu sustento, pelo menos eu acho. ;)
Novell sim, suse não, ou seja, a novell bota $ no suse.

monstro

  • Visitante
Pelo que ouço falar, o SuSe Linux Enterprise Server é um ótimo sistema corporativo e bastente elegiado por empresas que adotaram este como solução para seus servidores. ;)

Offline Roger de Almeida

  • Membro Intermediário
  • ***
  • Mensagens: 210
    • Ver perfil


Offline baza

  • Membro Sênior
  • ****
  • Mensagens: 409
    • Ver perfil
Boa, @asghan:

Este artigo é realmente tranquilizador. Segundo o presidente Arnaud Laprévote hoje ocorre realmente o "Fim do Calvário da Mandriva".

Os meios ainda são confidenciais mas o fim líquido e certo. Vamos aguardar sorridentes!

monstro

  • Visitante
A Novell bota dinheiro no Suse, da mesma form que a Red Hat no Fedora e a Canonical no Ubuntu. ;)

Offline guimesmo

  • Membro Vitalício
  • *****
  • Mensagens: 1.789
    • Ver perfil
    • Blog do Guimesmo
Li isso hoje de manhã e fiquei mais tranquilo... só que CADE O 2010.1???
Linux Desktop. Eu vivo isso.

Offline MacXi

  • Membro Vitalício
  • *****
  • Mensagens: 1.710
    • Ver perfil
Achei esse link sobre a atual situação da Mandriva em 22/06/2010 - http://translate.google.com.br/translate?js=y&prev=_t&hl=pt-BR&ie=UTF-8&layout=1&eotf=1&u=http%3A%2F%2Fwww.lemagit.fr%2Farticle%2Flinux-mandriva-opensource-investisseurs%2F6613%2F1%2Fexclusif-mandriva-sauve-par-des-investisseurs%2F&sl=fr&tl=pt

Link original http://www.lemagit.fr/article/linux-mandriva-opensource-investisseurs/6613/1/exclusif-mandriva-sauve-par-des-investisseurs/
Sobre o lançamento . . .

Asghan,

Valeu a boa notícia:  "Hoje, a empresa encontrou investidores que decidiram investir na empresa para devolver o equilíbrio ao grupo e encontrar um bom modelo de negócios", explicou Arnaud Laprévote em uma entrevista"

Se a Empresa Mandriva vai continuar, isso é muito bom. Esse é o melhor momento deles criar esse novo modelo de negócio. Uma idéia seria a própria Empresa Mandriva criar uma Fundação Mandriva.  Acho que isso resultaria em uma aproximação com a comunidade de usuários de todo o mundo.  

A Fundação Mandriva seria gerida pela  mesma equipe do Mandriva COOKER,  que teriam autonomia e uma contabilidade financeira e relatórios próprios, estatuto próprios, etc.

Essa Fundação Mandriva poderia receber os apoio da Empresa Mandriva,  mas também recursos e apoio de outras empresas com a própria empresa Linagora e de Centros de Pesquisas e Universidades francesas (público e privados).

A empresa Mandriva continuaria sua busca por megacontratos governamentais e com grandes empresas.
 
Mas, até agora não dá para saber qual será este novo modelo de negócio, não dá p/ saber qual será o caminho escolhido.
 
« Última modificação: 22 de Junho de 2010, 14:33 por MacXi »