Autor Tópico: Aprenda a elaborar perguntas que possam ser rapidamente respondidas em uma lista  (Lida 9322 vezes)

Offline MacXi

  • Membro Vitalício
  • *****
  • Mensagens: 1.710
    • Ver perfil
Pessoal,

Encontrei um outro texto sobre "como perguntar em fóruns de discussão". As recomendações dos textos que achei na internet até agora são muito parecidas, colo abaixo o resumo do texto  e o texto com os links em seguida.

O autor do texto,  Dornelles Vissotto Junior, diz: "O propósito desse artigo é simples, porém muito importante e eficiente: aprenda a elaborar perguntas que possam ser rapidamente respondidas em uma lista de discussão."

Ao contrário do autor, não acho que as listas de discussão estão pouco proveitosas como diz ao final. Ao contrário, acho muito proveitosas, mas acho estas dicas boas para orientar como agir. Estou colando aqui  por que serve pra mim também.



O que fazer antes de perguntar

Passo 1. Leia a documentação.
Passo 2. Pesquise na Internet.
Passo 3. Pesquise no próprio site primeiro "antes" de mandar a pergunta.
Passo 4. Leia toda a informação disponível
Passo 5. Certifique-se de ter realizado todos os passos

Como elaborar a pergunta

1. Elabore o título da pergunta.
2.   Escreva exatamente o que está acontecendo, com todos os detalhes.
3. Traduza as linhas de log.
4. Nunca faça mais que uma pergunta por título.
5. Nunca esqueça que a maioria dos usuários não fazem a menor idéia do que você está fazendo

- Sei que todos os passos parecem elementares demais, mas até eu já "comi bola" por não seguí-los nesta ordem.
- Notem que este artigo não é uma crítica a ninguém, mas somente a forma como as listas de discussão estão se tornando pouco proveitosas.




Como elaborar perguntas para listas de discussão (http://www.vivaolinux.com.br/artigo/Como-elaborar-perguntas-para-listas-de-discussao/)

Introdução
Este artigo tem o propósito de direcionar novos e velhos usuários deste site e de outros grupos de discussão para melhorarem a eficiência dos meios de discussão Linux.

Este artigo não é demagógico e muito menos filosófico, pois não propõem nenhuma solução definitiva ou teoria revolucionária. É baseado única e exclusivamente na minha opinião e na minha experiência como usuário Linux. Vale ressaltar também que não sou nenhum "expert" em Linux (geek), mas somente um usuário de longa data.

Tenho notado uma ascensão muito grande dos usuários que estão migrando do Windows para o Linux, porém, tenho notado também cada vez mais a ansiedade da maioria dos novos usuários em aprender o Linux em uma noite.

Aqui vai a primeira "lição" (se assim posso chamá-la): ao contrário do Windows, o Linux não é apenas uma interface com o usuário, ele é um sistema operacional, é uma filosofia, tanto profissional quanto pessoal. Quem abandona o Windows pelo Linux está, necessariamente, mudando radicalmente de vida. Para tal, o primeiro conselho para a mudança é: não mude no escuro, leia algum material antes. Existem muitos e bons tutoriais de introdução ao Linux.

Com esta ascensão abrupta, notei que a maioria das listas de discussão está ficando superpovoada. Também notei que o nível médio das perguntas caiu muito, principalmente aquelas relativas a primeira pergunta do usuário. Por exemplo: "Como eu instalo um arquivo .tar.gz". Nota-se claramente que a pessoa nunca procurou saber o que são as extensões .tar e nem a .gz, mas já quer sair fazendo tudo.

Com o intuito de direcionar novos e velhos usuários para otimizarem as listas de discussão, farei alguns apontamentos baseados em minha experiência pessoal.


O que fazer antes de perguntar
(http://www.vivaolinux.com.br/artigo/Como-elaborar-perguntas-para-listas-de-discussao/?pagina=2)

Tentarei criar aqui um passo-a-passo que geralmente funciona comigo para a solução de problemas e, posteriormente e se necessário, auxiliar a elaboração de perguntas para listas de discussão.

Passo 1. Leia a documentação.
A maior barreira neste passo é grande parte da documentação estar em língua inglesa. Porém, as distribuições nacionais e algumas estrangeiras já têm um bom suporte para a língua portuguesa. As documentações fornecem informações muito relevantes como instalação, requisitos mínimos, problemas comuns, etc. Como disse anteriormente, evite dar passos no escuro, procure saber exatamente o que você está fazendo.

Passo 2. Pesquise na Internet.
Este passo é ridículo, mas para a maioria dos problemas que já enfrentei achei a solução na Internet. Por quê? Porque as ferramentas de busca na internet  tem o maior catálogo de sites, inclusive de listas de discussão, que podemos imaginar.

Passo 3. Pesquise no próprio site primeiro "antes" de mandar a pergunta.
Todos os sites de discussão possuem ferramentas de busca no seu histórico e muitas das perguntas já foram anteriormente discutidas.

Passo 4. Leia toda a informação disponível sobre a execução/instalação dos programas. Sempre existe um README ou um INSTALL com informações que facilitam a instalação. Qualquer instalação que é interrompida exibe uma informação do "por quê" foi interrompida. A maioria dos programas em execução geram arquivos de log. Procure informações relevantes nos arquivos de log.

Passo 5. Certifique-se de ter realizado todos os passos necessários e sugeridos para o procedimento ao qual está tentando executar. Repita o processo mais de uma vez, se necessário, para ver se o problema é persistente ou ocasional.

Caso os passos acima não retornem nenhum resultado positivo, aí sim é necessário você preparar uma pergunta para a lista de discussão...


Como elaborar a pergunta
http://www.vivaolinux.com.br/artigo/Como-elaborar-perguntas-para-listas-de-discussao/?pagina=3

Como elaborar a pergunta é fundamental, pois a pergunta tem que ser clara e objetiva, com conteúdo e bastante sintética. Pode até parecer aula de administração, mas o segredo do sucesso neste ítem depende de você colocar o "Foco sobre o Problema". Trabalharei novamente com passos:

  1. Elabore o título da pergunta. O título é o principal chamaris da sua pergunta. É através dele somente que a maioria dos usuários escolherá ler ou não o resto do seu texto. Aqui, o "Foco sobre o Problema" é fundamental. O título deve ser "curto e grosso". Exemplos: "Cedilha no Mozilla", "Execução quebrada do MySQL server no RedHat", "Instalação do Modem TAL no Kurumin", etc.

  2.   Escreva exatamente o que está acontecendo, com todos os detalhes. Evite contar histórias antes, primeiro aborde o problema. Descreva no corpo da pergunta todos os passo que você realizou, todas as informações que o sistema reportou, qual o problema que está ocorrendo, etc. Se necessário cole as linhas que aparecem no terminal ou no arquivo de log. Estas informações são muito úteis. Pessoas com experiência podem identificar rapidamente o problema.

  3. Traduza as linhas de log. Uma boa parte dos problemas não é resolvido porque o usuário não traduz as linhas de log. A informação, quando traduzida, pode dizer exatamente o que está ocorrendo. Neste caso, um bom dicionário ajuda...

  4. Nunca faça mais que uma pergunta por título. Duas perguntas terão somente uma resposta. Ou será uma ou outra que será respondida. E a pergunta realmente interessante pode não ser respondida por estar mascarada sobre o título referente à primeira pergunta.

   5. Nunca esqueça que a maioria dos usuários não fazem a menor idéia do que você está fazendo, portanto, não descreva o problema por você, mas como se você fosse uma pessoa de fora e que nunca ouviu falar do que você fez. Na ansiedade de obter respostas, as perguntas geralmente contém muito pouca informação.


Bom, estes são os passos que eu tento seguir para a solução de problemas e/ou elaboração de perguntas para listas de discussão. Sei que todos os passos parecem elementares demais, mas até eu já "comi bola" por não seguí-los nesta ordem.

Notem que este artigo não é uma crítica a ninguém, mas somente a forma como as listas de discussão estão se tornando pouco proveitosas. Boa sorte a todos.

 
« Última modificação: 17 de Julho de 2010, 15:09 por MacXi »