Autor Tópico: Disco cheio sem estar realmente cheio.  (Lida 12702 vezes)

Offline Mascarado

  • Membro Jr.
  • **
  • Mensagens: 97
    • Ver perfil
Disco cheio sem estar realmente cheio.
« Online: 21 de Março de 2008, 01:11 »
Pessoal,tá muito estranho isso,tenho uma partição home de 17 gigas para o Mandriva,o sistema mostra que essa partição home está 94% ocupada,mas como?,se a  maior pasta da partição home conta com apenas alguns pequenos arquivos,a impressão que tenho é que quando mando esvaziar a lixeira dos arquivos deletados,a lixeira se esvazia mas não libera espaço,parece que o arquivo deletado fica apenas invisível sem realmente ser eliminado,eu costumo baixar arquivos grandes,tipo 700 a 800 MB e depois os deleto quando não preciso mais deles,o sistema os manda pra lixeira,e como é de praxe,sempre esvazio a lixeira depois,mas não tinha notado antes que os espaços dos arquivos deletados não estavam sendo liberados,estou notando agora,que a partição está cheia,mas só de "vento",pois pelo tamanho que ela tem e o números de arquivos guardados não justificam disco quase cheio,o que será que está acontecendo? que comando eu posso usar pra liberar espaço e voltar ao normal? ???
« Última modificação: 26 de Março de 2008, 23:48 por Mascarado »

Offline Manoel Pinho

  • Administrador
  • Membro Vitalício
  • *****
  • Mensagens: 8.419
  • inVISTA no seu conhecimento aprendendo linux !
    • Ver perfil
Re: Disco cheio sem estar realmente cheio.
« Resposta #1 Online: 21 de Março de 2008, 09:26 »
É algum servidor que fica ligado o tempo todo, não ?

Já vi isso acontecer uma vez numa máquina dessas porque um determinado processo que criava um grande arquivo temporário havia morrido e com isso o sistema (o du) achava que aquele espaço não havia sido liberado. Se não me engano, ao reiniciar a máquina o problema tinha sido resolvido sozinho.

Offline Mascarado

  • Membro Jr.
  • **
  • Mensagens: 97
    • Ver perfil
Re: Disco cheio sem estar realmente cheio.
« Resposta #2 Online: 21 de Março de 2008, 11:42 »
Não Manoel Pinho,não é um servidor,é um desktop comum mesmo,existe algum comando pra deletar direto um arquivo sem mandá-lo pra lixeira antes?,eu já não estou confiando na eficácia dessa lixeira ,tanto é que ao clicar com o botão direito em cima do ícone da lixeira,a opção "esvaziar lixeira" está habilitada,apesar da lixeira está vazia,infelizmente ao reiniciar a máquina,nada muda.
« Última modificação: 21 de Março de 2008, 11:44 por Mascarado »

Offline Manoel Pinho

  • Administrador
  • Membro Vitalício
  • *****
  • Mensagens: 8.419
  • inVISTA no seu conhecimento aprendendo linux !
    • Ver perfil
Re: Disco cheio sem estar realmente cheio.
« Resposta #3 Online: 21 de Março de 2008, 12:05 »
No KDE para apagar o arquivo direto, sem ir para a lixeira, é só usar SHIFT + DELETE (em vez do DELETE)

Offline Mascarado

  • Membro Jr.
  • **
  • Mensagens: 97
    • Ver perfil
Re: Disco cheio sem estar realmente cheio.
« Resposta #4 Online: 21 de Março de 2008, 12:26 »
Opa valeu Manoel,vou deletar arquivos só desse jeito agora,pelo menos enquanto não resolvo o mistério dos "arquivos fantasmas",tomando espaço no disco sem nem existir mais. obrigado.

Offline kidsoeiro

  • Moderador Global
  • Membro Vitalício
  • *****
  • Mensagens: 8.636
    • Ver perfil
Re: Disco cheio sem estar realmente cheio.
« Resposta #5 Online: 21 de Março de 2008, 15:17 »
No GNOME tem o analisador de utilização do disco (Baobab), que te mostra o uso do disco bem detalhadamente, por pasta a até por arquivo, se desejar. Já quebrou meu galho algumas vezes. Mas, se não usar o GNOME, talvez não seja tão interessante!!! :D
Fique com Deus.


Uploaded with ImageShack.us

Offline Mascarado

  • Membro Jr.
  • **
  • Mensagens: 97
    • Ver perfil
Re: Disco cheio sem estar realmente cheio.
« Resposta #6 Online: 21 de Março de 2008, 15:34 »
Pôxa kid,infelizmente uso  KDE (infelizmente pela ferramenta,porque sou KDE de carteirinha ;D),mas mesmo que algo pudesse me mostrar o uso do disco,em detalhes,como eu deletaria arquivos inexistentes? algo está fazendo meu sistema acreditar que ele está cheio,o problema é justamente identificar esse "algo",porque simplesmente ele está invisível aos meus olhos.
« Última modificação: 26 de Março de 2008, 23:49 por Mascarado »

Offline kidsoeiro

  • Moderador Global
  • Membro Vitalício
  • *****
  • Mensagens: 8.636
    • Ver perfil
Re: Disco cheio sem estar realmente cheio.
« Resposta #7 Online: 21 de Março de 2008, 15:43 »
O problema é que você desconhecer que algo existe não significa que ele não exista realmente... ;) Em um dos galhos que esse programinha me quebrou, eu descobri justamente alguns excessos de arquivos criados que eu nem sabia, além de algumas cópias grandes que tinha feito e nem lembrava. E, outras que simplesmente não foram apagadas, como uma gravação de uns arquivos para um DVD e a imagem continuou no disco tomando espaço e eu não sabia. Essas coisas!!! ;)
Fique com Deus.


Uploaded with ImageShack.us

Offline Manoel Pinho

  • Administrador
  • Membro Vitalício
  • *****
  • Mensagens: 8.419
  • inVISTA no seu conhecimento aprendendo linux !
    • Ver perfil
Re: Disco cheio sem estar realmente cheio.
« Resposta #8 Online: 21 de Março de 2008, 16:35 »
Este artigo mostra uns programas que exibem graficamente o consumo de espaço de diretórios e subdiretórios

http://www.linux.com/feature/51600

O kdirstat para KDE está disponível como pacote (com esse nome) nos repositórios.

atf

  • Visitante
Re: Disco cheio sem estar realmente cheio.
« Resposta #9 Online: 21 de Março de 2008, 19:45 »
No "konqueror", clique em <Ver> <Modo de visão> <Visão do tam. do arquivo>. Tem que se acostumar com o visual.

Offline Manoel Pinho

  • Administrador
  • Membro Vitalício
  • *****
  • Mensagens: 8.419
  • inVISTA no seu conhecimento aprendendo linux !
    • Ver perfil
Re: Disco cheio sem estar realmente cheio.
« Resposta #10 Online: 21 de Março de 2008, 20:36 »
Legal essa dica ! Eu juro por Deus que nunca tinha notado essa opção no konqueror...

Offline Bevilaqua

  • Membro Sênior
  • ****
  • Mensagens: 386
    • Ver perfil
    • Professor Bevilaqua
Re: Disco cheio sem estar realmente cheio.
« Resposta #11 Online: 21 de Março de 2008, 22:31 »
Cara! Nunca achei que fosse achar alguma coisa que o Manoel Pinho não soubesse e eu já.

 ;D
HP Compaq v6210br: Sempron™ 3500+ 1,8 GHz; 1280 MB de RAM; NVIDIA GeForce Go 6150; 60 GB + 160 GB externo; DVD/CD-RW 24x; 10/100BASE-T Ethernet LAN integrada; 802.11b/g WLAN; Som Altec Lansing; MDV 2008.1.

>> bevilaqua.wordpress.com

Offline adhefe

  • Membro Vitalício
  • *****
  • Mensagens: 937
    • Ver perfil
Re: Disco cheio sem estar realmente cheio.
« Resposta #12 Online: 21 de Março de 2008, 23:21 »
Vou relatar o que me acontecia há algum tempo atrás, em outra distribuição. Não sei porque acontecia e não sei se é o que lhe acontece.

O problema parecia relacionado com o uso do firefox/mozilla. Um dado usuário da máquina navegava por muito tempo e quando saía, ninguém mais podia entrar porque o disco estava totalmente cheio. Após algumas tentativas, finalmente o sistema voltava à realidade e o uso do disco voltava ao normal. Excesso de temporários? Não sei não. Não parecia ser este o problema. Mesmo que o usuário em questão não fizesse nada, um du -h mostrava um uso crescente do disco, sem parar de crescer, até encher tudo.
Hoje uso o Mandriva 2008.0, nova máquina, não tenho mais visto isto.

Offline Manoel Pinho

  • Administrador
  • Membro Vitalício
  • *****
  • Mensagens: 8.419
  • inVISTA no seu conhecimento aprendendo linux !
    • Ver perfil
Re: Disco cheio sem estar realmente cheio.
« Resposta #13 Online: 22 de Março de 2008, 07:54 »
O efeito estranho que já observei uma vez num servidor linux e que citei no primeiro post está descrito commais detalhes aqui

http://www.linuxjournal.com/node/1000432

"Recently I needed to solve the problem of an apparently 100%-full root partition on a server that I am responsible for monitoring. This was unexpected and sudden, as the partition's usage has been at a constant 30% for quite some time.

From the experience, I learned a simple but useful fact about the way the Linux kernel deals with open files/processes that I'd like to share in hopes that it will save others some time troubleshooting a similar problem. To summarize what will be explained below: If a process opens a file and the file is subsequently deleted but still held open by the process, the file will continue to exist, physically consuming disk space until the process ends. This consequence of the way the unlink() system call works can be confusing because the df command will consider the space still in use, but du and similar commands will consider it free."


Offline Mascarado

  • Membro Jr.
  • **
  • Mensagens: 97
    • Ver perfil
Re: Disco cheio sem estar realmente cheio.
« Resposta #14 Online: 26 de Março de 2008, 23:42 »
Pessoal,obrigado pela atenção,mas não teve jeito,a única solução que eu encontrei foi reinstalar o sistema,já que o problema me parecia indecifrável,fiz backup dos arquivos e reinstalei-os após reinstalar o sistema,agora está ocupando 13% do espaço,contra 94% da situação anterior,isso com a mesma quantidade de arquivos dentro da pasta home,que mantenho numa partição separada pra manter as configurações,mas devido a esse problema,até o home foi formatado,agora tá tudo zerinho e redondinho de novo,só espero que não se torne rotina.
Abraços a todos.